Sábado, 17 de Agosto de 2013

Página Inicial>Brasil

Uma pessoa morre e cerca de 50 famílias ficam desabrigadas em incêndio em SP

Incêndio em São Paulo deixa 50 famílias desabrigadas.

Publicada: 17/09/2012 - 13h42m|Fonte: Agência Brasil|Versão para impressão|

  • Uma pessoa morre e cerca de 50 famílias ficam desabrigadas em incêndio em SP

  • Foto: imguol.com
Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil
São Paulo – O incêndio ocorrido na manhã de hoje (17) na Favela do Moinho, região central da capital, causou a morte de uma pessoa e deixou cerca de 50 famílias desabrigadas, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O fogo foi controlado por volta das 9 horas e agora está sendo feito o rescaldo. É a segunda vez em menos de um ano que a comunidade, erguida sob o Viaduto Orlando Murgel, é atingida por um incêndio. Esta é a 68ª ocorrência em favelas só este ano, segundo a corporação.
A operadora de caixa Cássia da Silva, de 20 anos, morava em uma casa de madeira com a mãe e os três filhos e estava dormindo quando o fogo começou. “Não sobrou nada. Nem sei como vou trabalhar hoje. Até o uniforme eu perdi”, relata. O vigilante José Victor de Albuquerque, de 55 anos, também não salvou nada de seus objetos pessoais. “Tínhamos acabado de comprar uma geladeira. Nem sei por onde recomeçar”, declarou.
O trânsito no viaduto continua interrompido e, segundo o secretário de Coordenação das Subprefeituras do município, Ronaldo Camargo, o bloqueio pode perdurar por até oito horas. “Até que os engenheiros concluam a avaliação sobre as condições estruturais”, acrescentou. Trechos das linhas 7 e 8 da Companhia Paulista de Transporte Metropolitano (CPTM) também continuam paralisados. “Assim que os bombeiros acharem que devem liberar o trecho do trilho [usado na operação], nós liberaremos as linhas”, explicou.
O secretário informou ainda que algumas famílias serão encaminhadas a abrigos municipais. “Toda a rede de acolhimento da prefeitura está disponível para recebê-las”, declarou. Ele disse que devem ser oferecidos também auxílio-aluguel.
Edição: Talita Cavalcante

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook