Segunda-Feira, 01 de Julho de 2013

Página Inicial>Mundo

UE deve validar documento que reconhece Estado Palestino

Em Bruxelas, os ministros das Relações Exteriores da União Europeia estão prontos para validar um documento que prevê o reconhecimento de um Estado Palestino.

Publicada: 14/12/2010 - 09h20m|Versão para impressão|

  • Os ministros das Relações Exteriores dos países da União Europeia reunidos em Bruxelas nesta segunda
  • Os ministros das Relações Exteriores dos países da União Europeia reunidos em Bruxelas nesta segunda
    Foto: Reuters
Os europeus lamentam a recusa de Israel de pôr fim à moratória das construções de assentamentos na Cisjordania.
O texto preparado pelos ministros das Relações Exteriores dos países da União Europeia informa que o bloco está disposto a contribuir para uma solução negociada entre israelenses e palestinos até o fim de 2011. No documento, os europeus dizem estar prontos para reconhecer um Estado Palestino independente assim que chegar o momento. E acrescenta que só aceitará mudanças nas fronteiras existentes antes da Guerra dos Seis Dias, em 1967, se a decisão for negociada entre as duas partes.

Uma declaração europeia neste sentido já tinha sido feita em 1999, em Berlim. Desta vez, para definir uma posição sobre o conflito israelo-palestino, os representantes das nações da União Europeia tiveram que realizar intensas discussões na semana passada.

Na América Latina, os governos do Brasil e da Argentina publicaram documentos, nos últimos dias, reconhecendo o Estado palestino. O Uruguai anunciou que fará o mesmo no ano que vem. Apesar dos esforços de negociadores internacionais, o impasse entre Israel e a Autoridade Palestina continua.

Em visita a Tel Aviv nesta segunda-feira, o emissário americano para o Oriente Médio, George Mitchell, se reúne com o premiê israelense Benjamin Netanyahu. Na terça-feira, será a vez de um encontro do americano com o presidente da autoridade palestina, Mahmoud Abbas.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook