Sexta-Feira, 28 de Março de 2014

Página Inicial>Política & Economia

Requião denuncia Richa por calote de R$ 74 milhões em professores do PR

Roberto Requião, pré-candidato ao Palácio Iguaçu em 2014, denuncia o governador Beto Richa por calote de R$ 74 milhões aplicado nos educadores paranaenses

Publicada: 20/03/2014 - 22h11m|Fonte: Blog do Esmael|Versão para impressão|

  • Requião denuncia Richa por calote de R$ 74 milhões em professores do PR
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) denunciou o governador Beto Richa (PSDB), nesta segunda (25), por calote de R$ 74 milhões aplicado nos educadores. O tucano vem enfrentando uma severa crise financeira que paralisa obras e serviços no estado do Paraná.

Na última sexta (22), o peemedebista avisou pelo Twitter que já entrou em “aquecimento” para substituir o tucano em 2014 (clique aqui).

Segundo a APP-Sindicato, “é a primeira vez, em dez anos, que a progressão nas carreiras dos (as) educadores (as) fica paralisada e a dívida tem aumentado significativamente”.
A APP informa que de agosto de 2012 até agosto de 2013, o Governo Richa acumulou uma dívida de aproximadamente R$ 42 milhões em promoções e progressões para professores e funcionários.

“A partir de outubro, uma nova dívida de progressão na carreira dos (as) professores (as) vem se acumulando. A cada mês, são mais R$ 8 milhões, contabilizando até o final de 2013, já com 13º salário, uma dívida total que chegará a R$ 74 milhões”.
Além desta da dívida, Richa também não pagou as bolsas de estudo do PDE. “Nós, representando toda categoria, não admitimos a forma absurda e equivocada com que o governo do Estado tem propagado, por meio de inserções na TV, que a educação pública paranaense não atravessa qualquer crise, como se não houvesse pendências com a categoria e com a educação pública”, diz nota da direção da APP.

Protestos contra Richa
Para cobrar o que têm de direito os professores e trabalhadores da educação estabeleceram uma agenda de ações. Eles vão continuar recepcionando o governador Beto Richa em viagens pelo interior com protestos. E Também preparam um “Cartão de Natal” para o governador assinado por estudantes, pais, mães ou responsáveis, professores e funcionários da educação pública do Paraná.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook