Segunda-Feira, 27 de Outubro de 2014

Página Inicial>Mundo

Primeiro ministro da Turquia, Erdogan, compara o ataque de Israel com ações de Hitler

Erdogan: "Qual a diferença entre as ações de Israel e as de Hitler?"

Publicada: 01/08/2014 - 14h11m|Fonte: RT |Versão para impressão|

  • Primeiro ministro da Turquia, Erdogan, compara o ataque de Israel com ações de Hitler

  • Foto: AFP Adem Atlan
Em uma de suas mais duras declarações desde que começaram os ataques eM Gaza, o pirmeiro ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, comparou a política de Israel com o fascismo de Hitler.

"Qual a diferença entre as ações de Israel e as dos nazis e Hitler?" perguntou Erdogan nesta sexta-feira durante um discurso na província turca de Van. "Como se pode qualificar o que o Estado de Israel está fazendo em Gaza, Palestina, se não de genocíio?", insistiu o primeiro ministro turco, segundo a ArabNews.

"Se vocês apoiam esta crueldade, este genocíio, este fascismo ao estilo Hitler e a um regime que assassina crianças, podem ficar com o seu prêmio", disse referindo-se ao prêmio que recebeu do Congresso Judeu dos EUA e por sua contribuição na busca pela paz no Oriente Médio.

O chefe desta organização, Jack Rosen, escreveu uma carta aberta ao Edorgan no início desta semana, quando pediu para devolver o prêmio por causa de sua "retórica perigosa" que, segundo eles, promove a violência contra o povo judeu.

"Isto é racismo. Isto é fascismo. Isto é manter vivo o espírito de Hitler", disse Erdogan.

"As tentativas de apresentar a crítica legítima do primeiro-ministro Erdogan aos ataques do governo de Israel contra a população civil como expressões de anti-semitismo é uma clara distorção e uma tentativa de encobrir os pecados históricos do governo israelense", diz a resposta oficial da chancelaria turca.

Texto completo em: http://actualidad.rt.com/actualidad/view/135693-erdogan-acusa-israel-fascismo-hitler

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook