Quinta-Feira, 30 de Outubro de 2014

Página Inicial>Brasil

Para amarrar a base, Lula inicia sua caravana

Ex-presidente começa nesta semana um tour por dez Estados que deve durar até três meses; para dar a largada, ele escolhe estrategicamente o Ceará.

Publicada: 25/02/2013 - 14h15m|Fonte: Brasil 247 |Versão para impressão|

  • Para amarrar a base, Lula inicia sua caravana

  • Foto: Brasil 247
Por BRASIL 247 - 25 DE FEVEREIRO DE 2013 ÀS 10:55

247 – Com o objetivo principal de amarrar a base governista de Dilma Rousseff para formar alianças com a candidatura da presidente à reeleição no ano que vem, o ex-presidente Lula dará início nesta semana a um tour que percorrerá dez Estados até maio. Esta é a primeira ação concreta do petista pela candidatura de Dilma, lançada à reeleição por ele na semana passada, no evento que comemorava dez anos do PT no poder, em São Paulo.

O antecessor de Dilma escolheu estrategicamente dar a largada pelo Ceará, onde os irmãos Gomes (o governador, Cid Gomes, e o ex-ministro Ciro Gomes) têm sido usados para sabotar o governador pernambucano e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, que deve se candidatar à presidência da República contra Dilma em 2014. Declarações recentes de Cid e Ciro Gomes provocaram uma crise interna no PSB.

A ofensiva de Lula começa na quinta-feira, em Fortaleza, onde ele participa do primeiro seminário do PT para celebrar os dez anos no poder. Cid foi convidado e ainda estará com o ex-presidente em outros eventos durante a viagem pelo Estado. Para consolidar ainda mais o plano estratégico de isolar Campos com o apoio dos Gomes, Pernambuco não está incluído na agenda do ex-presidente nessa primeira etapa de eventos.

O tour tem ainda na agenda mais três cidades onde o PT foi derrotado pelo PSB nas últimas eleições: além de Fortaleza, Cuiabá, no Mato Grosso, e Belo Horizonte, em Minas Gerais. Neste fim de semana, o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, saiu em defesa de Campos e criticou o correligionário Cid Gomes sobre o lançamento do governador de Pernambuco em 2014. Ele também reiterou, em artigo publicado nesta segunda-feira, que no momento é preciso dar apoio à presidente Dilma Rousseff.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook