Segunda-Feira, 27 de Outubro de 2014

Página Inicial>Mundo

Paquistão: Comboio das forças de segurança é atacado deixando vários mortos e feridos

"Um homem com explosivos entrou no comboio e explodiu "irformou o correspondente. "A forte explosão destruiu uma loja e alguns veículos também."

Publicada: 22/02/2010 - 13h28m|Fonte: Al Jazeera|Versão para impressão|

  • O ataque tinha como alvo um comboio das forças de segurança em um cruzamento em Mingora
  • O ataque tinha como alvo um comboio das forças de segurança em um cruzamento em Mingora
    Foto: Reuter
Pelo menos seis pessoas foram mortas em uma explosão em um mercado no noroeste do Paquistão.

O carro-bomba foi detonado na segunda-feira em Mingora, a principal cidade de Swat, Província da Fronteira Noroeste do Vale.

Segundo informações do correspondente da Al Jazeera Kamal Hider em Islamabad, um comboio das forças de segurança haviam sido atacados em um cruzamento na cidade.

"Um homem com explosivos entrou no comboio e explodiu "irformou o correspondente. "A forte explosão destruiu uma loja e alguns veículos também."

Hyder, disse que os relatórios locais diziam que dois membros das forças de segurança pessoal e quatro civis estavam entre os mortos.

Imagens da TV local mostrou um carro em chamas e fumaça preta por toda rua, com vítimas ainda no chão.

Hazrat Ali Bacha, um fotógrafo da agência de notícias Reuters, disse por telefone: "Eu vi três veículos destruídos pela explosão."

Mir Hatim, um funcionário do hospital Mingora, disse à AFP por telefone logo após a explosão: "Temos recebido nove feridos e estamos recebendo mais".

As forças paquistanesas realizaram uma ofensiva militar na região no ano passado em uma tentativa de retomar a região de controle do Talibã.

Em julho, após dois meses de combates que deixaram cerca de 2.150 combatentes mortos, o Exército disse que tinha desmembrado a maior parte do Taliban em Swat e vizinhos Buner e Lower Dir.

General James Jones, conselheiro de segurança nacional dos EUA, visitou Swat no início deste mês e felicitou as forças de segurança paquistanesas sobre o "sucesso" das suas operações.

Mas, apesar da relativa calma, confrontos esporádicos e ataques suicidas continuam.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook