Quarta-Feira, 03 de Dezembro de 2014

Página Inicial>Mundo

Os esforços do ocidente em suprimir o BRICS os fazem mais forte. Apontas analistas.

Apesar da política de sanções aplicadas pelos países do ocidente, os BRICS seguem seu caminho de desenvolvimento que contempla seu alto potencial de cooperação

Publicada: 03/11/2014 - 00h03m|Fonte: RT|Versão para impressão|

  • Apesar da política de sanções adotadas pelo ocidente, os BRICS seguem seu caminho de desenvolvimento
  • Apesar da política de sanções adotadas pelo ocidente, os BRICS seguem seu caminho de desenvolvimento
    Foto: © RT
Os esforços para neutralizar a influência política e econômica de certos países no cenário internacional, não é uma prática utilizada somente contra a Russia, mas também contra o restante dos países que fazem parte do grupo BRICS, dado a intensificação significativa do papal do grupo no cenário global, afirma Vladimir Davidov, Diretor da Academia Russa de Ciências do Instituto da América Latina, à Agência Tass.

Além disso, o perito observou que as sanções ocidentais não deve ser considerada uma forma puramente negativa. "Os russos muitas vezes precisam de situações extremas para conseguir as condições de avanço tecnológico", disse ele. "Eu acho que os próximos anos [...] nós caminhamos para oferecer novas soluções, tanto na economia e na tecnologia", concluiu.

Embora os BRICS tenham sido envolvidos em uma situação geopolítica instável, "a institucionalização deste grupo é muito importante e os BRICS continuarão a se desenvolver ainda mais", disse Georgi Toloraia, diretor-executivo do Comitê Nacional Russo de Pesquisa sobre os BRICS.

Especialistas brasileiros também têm valorizado altamente o potencial dos BRICS, especialmente em matéria de cooperação de investimento, e têm enfatizado a importância de desenvolver as relações comerciais e econômicas entre a Rússia e Brasil.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook