Sábado, 29 de Março de 2014

Página Inicial>Variedades

Microfábrica doméstica vai muito além da impressão 3D

Ela incorpora uma série de cabeças de corte e desbaste que podem imprimir, cortar e fresar plásticos, madeiras e alguns tipos de metais leves.

Publicada: 19/09/2013 - 01h34m|Fonte: Inovação Tecnológica|Versão para impressão|

  • A
  • A "fábrica doméstica" portátil também ganhou em precisão, permitindo fabricar objetos com maior níve
    Foto: Mebotics
Microfábrica

Nem bem começaram a fazer sucesso, as impressoras 3D estão prestes a receber o primeiro upgrade significativo.

Agora elas não apenas são capazes de imprimir objetos, como também podem cortar, entalhar e fresar, ampliando muito o conceito de hardware livre.

O melhoramento é tão significativo que Jeremy Fryer-Biggs, que está lançando sua inovação, chamou seu equipamento de Microfábrica.

A Microfábrica é uma máquina portátil completa, pouco maior do que uma impressora 3D doméstica.

Além do equipamento padrão de impressão 3D, ela incorpora uma série de cabeças de corte e desbaste que podem imprimir, cortar e fresar plásticos, madeiras e alguns metais leves.

A máquina pode ser carregada com plásticos de até quatro cores ou dois materiais diferentes.

Sua conexão com a internet permite monitorar remotamente o andamento dos trabalhos, além de baixar os arquivos para impressão.

Os códigos embutidos em cada projeto - o arquivo que diz à impressora o que ela deve fazer - informam também à máquina quando mudar os bits - as ferramentas de corte e fresagem - ou mudar a cabeça de impressão para imprimir em outras cores.

A "fábrica doméstica" portátil também ganhou em precisão, permitindo fabricar objetos com maior nível de detalhamento.

A demonstração do protótipo impressionou. Agora, seu criador fundou uma empresa, a Mebotics, para tentar levantar dinheiro para transformar o projeto em uma linha de produção real, para que as pessoas possam comprar suas próprias microfábricas.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook