Segunda-Feira, 02 de Fevereiro de 2015

Página Inicial>Mundo

Manifestantes saem às ruas na Europa em solidariedade às vítimas do atentado em Paris

Na Praça da República, em Paris, milhares de pessoas se reuniram em solidariedade às vítimas do ato, considerado o pior dos últimos 20 anos no país.

Publicada: 07/01/2015 - 22h00m|Fonte: Opera Mundi|Versão para impressão|

  • Place de la République
  • Place de la République
    Foto: @jeromegodefroy
Após o atentado contra a sede da revista satírica francesa Charlie Hebdo, centenas de milhares de pessoas foram às ruas em diversas cidades europeias protestar contra o atentado realizado nesta quarta-feira (07/01), que deixou 12 mortos e deixou três em estado gravíssimo.

Na Praça da República, em Paris, milhares de pessoas se reuniram em solidariedade às vítimas do ato, considerado o pior dos últimos 20 anos no país. Nos cartazes empunhados pelos manifestantes, lê-se “Je Suis Charlie” (Eu sou Charlie).

A convocação foi feita por sindicatos, associações, meios de comunicação e partidos políticos.
Veja o mapa de onde estão previstas atividades na França:



Mais de 10 mil pessoas se concentraram nas ruas de Lyon (centro-leste) e em Toulouse (sudoeste), segundo estimativas oficiais. De acordo com a agência AFP, mais de cem mil pessoas foram às ruas nas diversas cidades francesas.

@DanielAbelous


Em Berlim, centenas de pessoas se reuniram diante da embaixada francesa para se solidarizar com as vítimas.

@GermanyDiplo

Na Rússia, pessoas prestaram homenagens e condolências com flores, velas e cartuns na frente da embaixada da França, em Moscou.

Lausanne, na Suíça, também contou com manifestações.
Agência Efe

Na Espanha, líderes políticos tambpem participaram do ato contra o atentado à Charlie Hebdo.

Agência Efe

Centenas de pessoas também se concentraram nas ruas de Londres e empunharam canetas em defesa da liberdade de expressão

@EdouardGuihaire


Como mostra de solidariedade, a embaixada dos Estados Unidos na França trocou a foto do perfil para “Je Suis Charlie” (Eu sou Charlie).


Na sede do jornal francês Le Figaro, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas:



O escritório da AFP em Paris também prestou homenagem. Trabalhadores seguraram cartaz com os dizeres: “Eu sou Charlie”.

@AFPphoto

O Google França também homenageou as vítimas e colocou um símbolo de luto na página inicial do gigante das buscas:



Caçada

O governo francês anunciou nesta quarta que fará “caçada” em busca dos autores do atentado, que fugiram após o ato, com a ação conjunta entre as Forças Armadas, a polícia militar, polícia judiciária e serviços secretos interno e externo da França.

A mobilização foi determinada pelo Ministério do Interior e confirmada pela Procuradoria da República nesta quarta.
A quinta-feira 8 de janeiro, será dia de luto nacional da França, como anunciou o presidente François Hollande.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook