Segunda-Feira, 02 de Fevereiro de 2015

Página Inicial>Mundo

Incêndios e calor dobram mortalidade em Moscou

Segundo dados oficiais, os incêndios florestais já queimaram mais de 200 mil hectares de florestas e provocaram a morte de 52 pessoas.

Publicada: 11/08/2010 - 14h41m|Fonte: RFI|Versão para impressão|

  • Incêndios e calor dobram mortalidade em Moscou
Bombeiros e militares lutam contra o fogo que ameaça atingir duas centrais nucleares do país. Na capital russa, o número de mortos não para de aumentar.
A última estimativa do governo russo é dramática: na capital Moscou, onde a população está usando máscaras para se proteger da fumaça tóxica vinda dos incêndios dos arredores, a mortalidade dobrou. Atualmente, cerca de 700 pessoas morrem diariamente pelos efeitos dos incêndios e da forte onda de calor que atinge a capital com termômetros atingindo 40 graus.

Usinas ameaçadas

Mais de 800 homens combatem o incêndio ao redor da usina nuclear de Sarov, a 500 quilômetros a leste de Moscou. Dois militares morreram atingidos pela queda de árvores em chamas, segundo agências de notícias do país. Desde o período soviético, a central de Sarov é um importante núcleo de pesquisas nucleares, onde são fabricadas armas atômicas. Segundo um funcionário, materiais radioativos voltaram a ser estocados no local após terem sido retirados no começo do mês devido aos incêndios na região.
Outros 500 homens continuam lutando contra as chamas que ameaçam também outra central nuclear de fabricação de armas atômicas, em Snejink, nos Montes Urais, a 1.500 quilômetros a leste da capital.

Estado de alerta

Na segunda-feira, as autoridades locais decretaram três dias de estado de alerta em torno do complexo de Maïak, um gigantesco centro de tratamento e estocagem de resíduos nucleares, também na região dos Urais.

Segundo dados oficiais, os incêndios florestais já queimaram mais de 200 mil hectares de florestas e provocaram a morte de 52 pessoas.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook