Segunda-Feira, 01 de Julho de 2013

Página Inicial>Variedades

Google libera novas ferramentas para desenvolvedores web

Novos recursos servem para rastrear vazamentos na memória do JavaScript e para acessar Google APIs

Publicada: 13/08/2012 - 08h54m|Fonte: IDGNOW|Versão para impressão|

  • Google libera novas ferramentas para desenvolvedores web
O Google liberou duas novas tecnologias de autoria interna nesta semana, que poderão ajudar a diminuir o fardo dos desenvolvedores web. Uma delas é para demarcar vazamentos de memória dentro do código JavaScript, e a outra é uma biblioteca escrita em Dart para acessar o popular Google APIs (Interfaces de Programação de Aplicativos, em tradução livre).

Essa primeira ferramenta, chamada de Leak Finder (ou Buscador de Vazamento, em tradução livre), ajuda desenvolvedores em um problema comum com o JavaScript, ou seja, encontrar vazamentos de memórias em seus programas.

O JavaScript foi construído com uma coleta automática de lixo, a qual remove objetos da memória de trabalho quando eles não são mais referenciados por outros objetos no programa. Infelizmente, esse processo não é 100% infalível e, em muitos casos, o JavaScript retém esses objetos que deveria jogar fora.

O Leak Finder pode identificar objetos não-referenciados que não foram eliminados e fornecer informações ao desenvolvedor ou, em um formato legível por uma máquina, para um software automatizado de teste de aplicações.

A segunda ferramenta oferecida é uma biblioteca que cria em uma linguagem de programação desenvolvida pelo Google, chamada Dart. A gigante definiu o Dart como uma alternativa melhor ao JavaScript para desenvolver aplicações web complexas.

Sam McCall, engenheiro de software do Google, escreveu a biblioteca nos 20% de tempo que a empresa dá aos funcionários para seus projetos pessoais. Essa biblioteca fornece conectores baseados em Dart para acesso de 35 serviços baseados em Google API, como o Google+, o Google Calendar e o encurtador de URLs da companhia. A empresa também oferece uma série de amostras de aplicativos.

Com a novidade, a gigante de Mountain View continua a apoiar o uso das tecnologias open web. Essa semana, a companhia, juntamente com analistas da Vizzuality e a empresa de projetos Hyperakt, liberaram dados que mostram como o rico ecossistema de padrões web cresceu ao longo dos últimos 21 anos.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook