Sexta-Feira, 27 de Fevereiro de 2015

Página Inicial>Mundo

Cristina Kirchner diz que Grã-Bretanha desrespeita ONU sobre Malvinas

“Não tragam de volta os fantasmas do passado. Não queremos tomar as Ilhas Malvinas militarmente.”

Publicada: 02/04/2010 - 22h08m|Fonte: Luiz Antônio Alves - Agência Brasil|Versão para impressão|

  • Cristina Kirchner diz que Grã-Bretanha desrespeita ONU sobre Malvinas

  • Foto: Telam
A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, voltou hoje (2) a criticar a Grã-Bretanha. Ela disse que, apesar de ter assento no Conselho de Segurança das Nações Unidas, o país não respeita as decisões da Organização das Nações Unidas (ONU) referentes às Ilhas Malvinas. A presidente referia-se à decisão do Comitê de Descolonização da ONU que exige uma saída negociada na disputa territorial entre os dois países.

Cristina Kirchner presidiu hoje em Ushuaia, capital da província da Terra do Fogo, ato cívico que lembrou os 28 anos da Guerra das Malvinas, ocorrida entre 2 de abril a 14 de junho de 1982 e que resultou na vitória da Grã-Bretanha.

Segundo a Telam, agência de notícias da Argentina, a presidente disse que as reclamações do país referentes às Malvinas são e continuarão sendo feitas dentro dos limites do direito internacional. “Não tragam de volta os fantasmas do passado. Não queremos tomar as Ilhas Malvinas militarmente.”

Cristina Kirchner afirmou, referindo-se à Grã-Bretanha, “que esta velha potência colonial precisa entender que esta presidente e a sociedade argentina não podem ser vistas pelo mundo como uma ameaça bélica”.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook