Segunda-Feira, 29 de Julho de 2013

Página Inicial>Brasil

Conversa Afiada: a tocaia de Gurgel contra Lula

O movimento contra Lula constrangerá o sucessor de Gurgel e talvez seja a última tentativa de influir na escolha do sucessor.

Publicada: 18/02/2013 - 09h08m|Fonte: Conversa Afiada|Versão para impressão|

  • Conversa Afiada: a tocaia de Gurgel contra Lula

  • Foto: Bessinha - publicado no Conver
Saiu na imperdível “Rosa dos Ventos”, seção de Mauricio Dias na Carta Capital, onde, esta semana, já desvendou outra operação do Ministro Fux: “O Judiciário sem freios”.



TOCAIA EM MINAS


Os movimentos do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, são demoradamente calculados como ocorreu, agora, com a ação contra Lula.

A base da decisão de Gurgel é a certeza de que a denúncia está preclusa.

Assim, a tentativa de envolver o ex-presidente no “mensalão” não foi empurrada para Minas Gerais pelo fato de ser QG das operações de Marcos Valério.

Essa decisão passa por suposto conflito entre Gurgel e José Adércio Leite, secretário-geral do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), oriundo de Minas Gerais onde mantém residência e ocupou a função de procurador-chefe da República.

Adércio pediu remoção para Minas e Gurgel negou. Ele, então, contestou a recusa junto ao STF. Inexplicavelmente, porém, devido ao conflito, Gurgel manteve Adércio na função no CNMP.

Em Minas, onde Adércio opera politicamente, o Ministério Público deve oferecer denúncia contra Lula, mas, na Justiça Federal será declarada a preclusão da ação. Caberá, no entanto, recurso ao Tribunal Regional Federal, em Brasília.

Esse movimento contra Lula criará constrangimento ao sucessor de Gurgel, em agosto e talvez seja a última tentativa do procurador-geral influir na escolha do sucessor dele.

O modo de Roberto Gurgel operar lembra as tocaias no sertão mineiro.


Em tempo: o brindeiro Gurgel vai agradecer os exemplares da Privataria Tucana que o Edu, gentilmente, lhe enviou ? – PHA

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook