Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2013

Página Inicial>Mundo

Começa identificação de vítimas de chacina; confirmado um brasileiro

Os corpos de um brasileiro e quatro salvadorenhos já foram identificados, segundo autoridades mexicanas

Publicada: 27/08/2010 - 12h30m|Versão para impressão|

  • Os corpos de um brasileiro e quatro salvadorenhos já foram identificados, segundo autoridades mexica
  • Os corpos de um brasileiro e quatro salvadorenhos já foram identificados, segundo autoridades mexica
    Foto: REUTERS
Os corpos de um brasileiro e quatro salvadorenhos já foram identificados, segundo autoridades mexicanas. A chacina resultou em 72 mortes, sendo 58 homens e 14 mulheres.

Autoridades mexicanas confirmaram, na madrugada desta sexta-feira, que pelo menos uma das vítimas da chacina que resultou na morte de 72 pessoas no norte do país é um brasileiro.

O governo mexicano havia informado, na quarta-feira, que pelo menos quatro imigrantes vítimas do massacre seriam provenientes do Brasil. A informação ainda não foi oficialmente confirmada pelo Itamaraty nem pela embaixada do Brasil no México.

O trabalho de autópsia e de identificação dos corpos começou nesta quinta-feira, mesmo dia em que chegaram ao local diplomatas do Brasil, Equador, Honduras e El Salvador.

Até o início da noite de quinta-feira, já haviam sido identificados 15 corpos, sendo um brasileiro e quatro salvadorenhos, segundo autoridades locais.

A chacina ocorreu, após tentativa de extorsão, em um rancho perto de San Fernando, cidade de 30 mil habitantes, no Estado de Tamaulipas. Entre os 72 assassinados estão 58 homens e 14 mulheres.

Segundo a polícia, eles seriam imigrantes que estariam tentando passar ilegalmente pela fronteira com os Estados Unidos e teriam sido mortos por traficantes do cartel Los Zetas após se negarem a trabalhar como matadores de aluguel para os criminosos. Fotografias retiradas no local do crime mostram dezenas de corpos enfileirados, com os olhos vendados e as mãos amarradas.

O crime foi revelado por um sobrevivente, um jovem de 18 anos que conseguiu escapar da morte, depois de ter fingido estar morto. Ele está sob esquema de segurança máxima em um hospital da região.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook