Sexta-Feira, 03 de Agosto de 2012

Página Inicial>Mundo

Capital do Equador ficará sob Estado de Exceção por tempo indeterminado

A Organização dos Estados Americanos (OEA) considera que o presidente equatoriano Rafael Correa foi alvo de tentativa de golpe de Estado

Publicada: 09/10/2010 - 19h00m|Fonte: Agência Brasil|Versão para impressão|0 comentário(s)

O Estado de Exceção vai vigorar por tempo indeterminado na capital do Equador, Quito, anunciou hoje (9) o ministro da Segurança do país, Miguel Carvajal. De acordo com ele, isso facilitará o trabalho de vigilância e inspeção de prédios públicos pelas Forças Armadas.

Segundo informações da Agência Pública de Notícias do Equador e da América do Sul (Andes), Carvajal disse que outras cidades já estão liberadas do Estado de Exceção. De acordo com ele, em Quito a situação “não implica nenhuma restrição de direitos, ou seja, não está suspenso nenhum tipo de reunião e atos públicos”.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) considera que o presidente equatoriano Rafael Correa foi alvo de tentativa de golpe de Estado durante os protestos da Polícia Nacional, ocorridos no dia 30 de setembro. Miguel Carvajal afirmou que o Equador está voltando à normalidade e que “a Polícia Nacional já está fazendo a segurança interna do país como determina a Constituição”.

A vigência do Estado de Exceção já havia sido prorrogada uma vez e terminaria ontem (8).

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook