Segunda-Feira, 01 de Julho de 2013

Página Inicial>Mundo

Cantora pop alemã Nadjia Benaissa, 28 anos, foi condenada a dois anos de prisão com sursis e a 300 horas de serviço comunitário. Ela foi acusada de ter feito sexo sem proteção com três homens.

Cantora pop alemã Nadjia Benaissa, 28 anos, foi condenada a dois anos de prisão com sursis e a 300 horas de serviço comunitário.

Publicada: 26/08/2010 - 16h15m|Versão para impressão|

  • Nadja Benaissa, cantora pop alemã, enquanto aguardava o veredicto no tribunal em Darmstadt.
  • Nadja Benaissa, cantora pop alemã, enquanto aguardava o veredicto no tribunal em Darmstadt.
    Foto: REUTERS
A cantora Nadja Benaissa, de 28 anos, ficou conhecida do público com o grupo pop No Angels, uma formação que estourou na Alemanha e em países do leste europeu no ano 2000. A mídia alemã dá grande visibilidade ao caso, já que é o primeiro julgamento do gênero no país envolvendo uma celebridade.

A cantora é acusada de ter mantido relações sexuais sem preservativo com três homens, entre 2004 e 2006, tendo consciência de que era portadora do vírus HIV. Como na época do primeiro incidente ela tinha 17 anos, o julgamento acontece num Tribunal de Menores. Um dos parceiros de Nadja estima que ela é responsável por sua contaminação com a Aids, porque, conforme um perito médico explicou ao tribunal, ele tem o mesmo tipo de vírus que Nadja, uma cepa rara na Alemanha.

Desde a abertura do processo, a cantora reconheceu sua responsabilidade. Mas ongs que atuam na área de prevenção da doença criticam a atitude da mídia e da polícia alemã. Para várias ongs, o julgamento da pop star estigmatiza os portadores do HIV.

A Fundação Alemã para a Aids teme que o julgamento passe uma imagem ao público de que é melhor não fazer o teste do HIV, sob o risco de ter de dar satisfações à justiça por um eventual comportamento de risco. Outra crítica é que o processo passa a imagem de que o portador do vírus tem mais responsabilidade na transmissão da doença do que a pessoa que mantém relações sexuais sem preservativo, quando todas as campanhas de prevenção insistem na responsabilidade de cada um se proteger.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook