Domingo, 07 de Julho de 2013

Página Inicial>Política & Economia

Brasil terá a primeira embaixada ocidental construída pela Palestina

De acordo com o embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Al Zeben, a decisão de construir a embaixada se deve ao fato de o Brasil “ser um sócio muito importante”

Publicada: 31/12/2010 - 15h08m|Fonte: Pedro Peduzzi - Agência Brasil|Versão para impressão|

  • Brasil terá a primeira embaixada ocidental construída pela Palestina

  • Foto: Valter Campanato/ABr
O Brasil será o primeiro país ocidental onde a Palestina construirá uma embaixada. A pedra fundamental da obra, que deve ser iniciada ainda em 2011, foi lançada hoje (31) pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, no Lote 46 do Setor de Embaixadas Norte, em Brasília.

De acordo com o embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Al Zeben, a decisão de construir a embaixada se deve ao fato de o Brasil “ser um sócio muito importante” para seu país. “É a primeira vez que vamos construir uma embaixada no Ocidente e escolhemos o Brasil porque é um país que sempre se inseriu na questão palestina de forma muito positiva”, justificou o embaixador.

Segundo ele, as outras embaixadas de seu país no Ocidente geralmente estão instaladas em imóveis alugados ou adquiridos já prontos. O terreno onde a embaixada será construída em Brasília foi doado pela União em 2008, em ato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Obrigado, Brasil. Este é um ato de soberania e solidariedade que marca o retorno de uma Palestina livre e soberana”, discursou Zeben por ocasião do lançamento da pedra fundamental da obra.

Na cerimônia, Mahmoud Abbas elogiou as declarações de Lula em favor do reconhecimento do Estado palestino, dentro das fronteiras de 1967. “Vimos vários países seguindo o exemplo do Brasil. Talvez vocês não saibam da felicidade que esse ato proporcionou para o nosso povo. O Brasil está em nossos corações e mentes, assim como sabemos que os palestinos estão nos corações e mentes dos brasileiros”, disse o presidente palestino.

Representando o Ministério das Relações Exteriores, o embaixador Paulo Cordeiro de Andrade Pinto disse que o reconhecimento do Estado palestino “foi um ato de soberania que reconhece outra soberania”, e que esta é uma mensagem de paz enviada pelo Brasil ao mundo.

Abbas comentou também sobre a esperança que tem de um convívio pacífico entre os povos palestino e israelense. “Vejo as crianças daqui e reafirmo nossa vontade de ver nossas crianças crescendo em paz, ao lado das crianças israelenses. Não apenas para a atual geração, mas para as gerações de filhos e netos que ainda virão. Sabemos que o povo de Israel também deseja a paz e queremos que essa mensagem chegue aos ouvidos de todos os dirigentes”.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook