Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2013

Página Inicial>Brasil

Arruda fica calado em depoimento à Polícia Federal

O governador fez questão de declinar que ele gostaria de falar, chegou a falar alguma coisa, mas eu reiterei a minha orientação, firme”, explicou o advogado

Publicada: 29/03/2010 - 14h54m|Fonte: Roberta Lopes - Agência Brasil|Versão para impressão|

O ex-governador José Roberto Arruda ficou calado hoje (29) durante seu depoimento à Polícia Federal, por orientação do advogado Nelio Machado. O advogado informou que fez uma petição ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) apresentando os motivos pelos quais Arruda não se pronunciaria. Machado alegou que não teve acesso a todo o inquérito no qual o ex-governador está arrolado.

“Se ele falar ou não falar não interfere na acusação. O governador fez questão de declinar que ele gostaria de falar, chegou a falar alguma coisa, mas eu reiterei a minha orientação, firme”, explicou o advogado do ex-governador.

Ele disse ainda que só vai permitir que Arruda fale quando tiver acesso irrestrito ao processo. “Eu não quero uma investigação para constar. Eu quero que a investigação busque a verdade e meu cliente vai falar quando efetivamente se fizer com o propósito não de prejulgá-lo e sim de buscar responsabilidade de quem possa ter culpa”, afirmou.

Segundo informações do Superior Tribunal de Justiça, além dos motivos pelos quais o ex-governador não falaria, Machado também pediu a revogação da prisão de Arruda. Já é a terceira vez que o advogado de Arruda pede a revogação da prisão. O ex-governador é acusado de tentativa de suborno a uma testemunha da Operação Caixa de Pandora.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook