Quinta-Feira, 31 de Julho de 2014

Página Inicial>Mundo

A Argentina é o primeiro país em proibir a produção e venda de gorduras trans

As gorduras trans "se encontram em produtos como as farinhas e óleos vegetais, e são as que provocam as obstruções arteriais", lembrou o funcionário

Publicada: 14/07/2014 - 16h26m|Versão para impressão|

  • As gorduras trans
  • As gorduras trans "se encontram em produtos como as farinhas e óleos vegetais
    Foto: Charly Baigorri - Télam
O vice-ministro da Saúde da Nação, Eduardo Bustos Villar afirmou que será a partir de dezembro, quando começará a vigorar a regulamentação que impede a produção e comercialização dos alimentos processados com gorduras trans e explicou que "quatro anos atrás foi modificado o Código Alimentar Argentino para que sejam eliminadas este tipo de substâncias dos alimentos processados".

As gorduras trans "se encontram em produtos como as farinhas e óleos vegetais, e são as que provocam as obstruções arteriais", lembrou o funcionário. Bustos Villar explicou que "ao proibir a produção e comercialização, a Argentina se transformará no país líder no mundo na regulamentação das gorduras trans".

O funcionário participou da reunião de alto nível convocada pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de avaliar os progressos em medidas de prevenção e controle de doenças não transmissíveis (ETN) em acordo na Assembleia Geral de 2011.

As doenças não transmissíveis, em seu conjunto, são responsáveis por mais de 60 por cento das mortes, 80 por cento das quais ocorrem em países de baixas e médias rendas, segundo dados do Ministério da Saúde da Nação.

As principais patologias são a diabete, as cardiovasculares e respiratórias crônicas, o câncer e a doença renal, e se caracterizam por compartilhar os mesmos fatores de risco: o tabagismo, a má alimentação, a falta de atividade física e o consumo excessivo de álcool.

Comentários dos leitores

Confira abaixo os comentários realizados pelos nossos leitores.

 
Siha nos no Twitter

Recomendações Facebook